Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
menu
Angola

Investimento Estrangeiro

Mais de cem projectos de investimento estrangeiro foram aprovados nos últimos anos, atingindo uma verba superior aos 737 milhões de dólares.

Até finais de 1995, foram recebidos no Gabinete de Investimento Estrangeiro 633 intenções de investimentos externos. Estas propostas, compreendendo todas as áreas da produção, comércio e serviços, estavam avaliadas em 3.641 milhões dólares norte-americanos. Mas as exigências da lei, a selecção dos projectos, o clima conturbado que o país viveu depois de 1992 levaram a que apenas fossem considerados 171, dos quais cerca de uma centena já foram aprovados, atingindo mais de 737 milhões de dólares. São, sobretudo, provenientes de países europeus, com Portugal à cabeça, seguido da Reino Unido, França, Espanha, Itália e Irlanda.

Por sectores, concentram-se na indústria (26%), construção civil (23 %), pesca (13 %), serviços (15 %) e comércio (7 %). A forte presença do ramo da construção civil, aliado ao do comércio e dos serviços, determinam a primazia portuguesa nas propostas aprovadas.

Os dois últimos anos foram de grande actividade. E neste espaço de tempo aprovaram-se 33 projectos, em 1994, no valor de 74 milhões de dólares, enquanto que no ano transacto os números foram de 45 propostas avaliadas em 100 milhões de dólares. Curiosamente, o ano de 1992, com apenas 13 projectos, foi o que mais capital prometeu. Nada menos de 416 milhões de dólares. Esta cifra elevada deveu-se ao facto de neste ano terem sido aprovados vários projectos para exploração mineira, entre os quais o de diamantes na região da Catoca (Lunda-Sul).

AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*