Quinta-feira, 21 de Junho de 2018
menu
30 de novembro de 2016

Banco chinês financia barragem com 4,2 mil milhões

Archer Mangueira afirmou que o projecto foi identificado pelo Governo como obra estruturante e foi incluída no Programa de Investimento Público e deve permitir exportar electricidade produzida no rio Kwanza para a Namíbia ou África do Sul. Archer Mangueira está a cumprir uma visita à República Popular da China e teve já um encontro com o vice-ministro do Comércio  Wang Shouwen, com quem abordou assuntos de carácter bilateral e a necessidade de se acelerar o processo de aprovação dos projectos que constam no plano operacional da China.  A preocupação do ministro Archer Mangueira foi ultrapassada durante um encontro com os responsáveis do Eximbank que garantiram todo o apoio no processo de aprovação dos projectos que fazem parte do plano operacional da China. Situada na bacia do médio Kwanza, a hidroeléctrica vai ter uma produção de 2.171 megawatts. A meta é atingir, até 2025, 9.000 megawatts de capacidade instalada em todo o país, de acordo com o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, que falou recentemente à imprensa. “É extremamente importante na perspectiva do desenvolvimento industrial do país e também de integração regional”, disse o ministro, para lembrar que Angola é um dos países da região que mais recursos energéticos primários dispõe, sobretudo água. O caderno de encargos prevê a edificação de túneis, trabalhos de construção civil, fornecimento, instalação e testes de equipamentos electromecânicos.

Notícias

15 de junho de 2018
Angola e Coreia do Sul acordam elevar cooperação parlamentar

As repúblicas de Angola e da Coreia do Sul acordaram elevar as relações bilaterais, na perspectiva de acompanhar a dinâmica da cooperação ao nível dos governos dos dois países do domínio parlamentar.


15 de junho de 2018
Empresas francesas atraídas pelo investimento em Angola

O interesse dos investidores franceses por Angola aumentou com a recente  deslocação do Presidente da República, João Lourenço, àquele país, o  que é traduzido com a presença de cerca de 150 empresas das mais  representativas do sector agrícola e industrial num  encontro organizado  em Paris pelo patronato, no qual se esperavam inicialmente 60  participantes.


15 de junho de 2018
A Língua Portuguesa em Nós” patente ao público em Luanda

A exposição “A Língua Portuguesa em Nós”, patente ao público desde  quarta-feira, no Centro Cultural Brasil-Angola, na Baixa de Luanda,  inclui actividades paralelas para todas as idades.


5 de junho de 2018
Estrangeiros estão convidados a concorrer nas privatizações

O Executivo está a preparar a privatização total ou parcial de  algumas grandes e médias empresas públicas já seleccionadas, incluindo  do sector petrolífero, das telecomunicações e outros, revelou ontem, em  Bruxelas, o Presidente João Lourenço.


AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*