Sexta-feira, 19 de Janeiro de 2018
menu
20 de dezembro de 2016

Bancos comerciais angolanos entre os maiores do continente

A lista dos maiores bancos de África é liderada pelo Stanbank (Standard Bank Group) e First Rand, ambos da África do Sul e  integra  três bancos de Moçambique. No que se refere a Angola, o Banco de Poupança e Crédito ocupa a 25.ª posição seguido do Banco Angolano de Investimentos (27.ª), Banco de Fomento de Angola-BFA (34.ª), Banco BIC (39.ª), Banco Millennium Atlântico (51.ª), Banco de Desenvolvimento de Angola (62.ª), Banco Caixa Geral de Angola SA (69.ª) e Banco de Negócios Internacional (92.ª). O Millennium Bim (Banco Internacional de Moçambique) ocupa o 56.º lugar na lista dos cem maiores bancos de África, o Banco Comercial e de Investimentos - BIC  a 93.ª posição e o Standard Bank Moçambique a 98.ª.

Região da SADC
Na lista dos principais 25 bancos da África Austral, o Banco de Poupança e Crédito  ocupa a sexta posição seguido do Banco Angolano de Investimentos (sétima), do Banco de Fomento de Angola (BFA) na décima posição, do BIC na 11.ª e do Banco Millennium Atlântico na 12.ª posição. O Banco de Desenvolvimento de Angola, Banco Caixa Geral e o Banco de Negócios Internacional ocupam respectivamente a 17.ª, 18.ª e 22.ª posição. No que toca a Moçambique, o Millennium Bim (Banco Internacional de Moçambique) encontra-se na 14.ª posição seguido do Banco Comercial e de Investimentos (BIC) e o Standard Bank Moçambique, respectivamente na 23.ª e 24.ª posição. A “African Business” refere que a lista dos maiores bancos de África foi baseada no capital das instituições bancárias medido segundo a métrica do “Rácio core tier one”.

O “core tier one” é o indicador utilizado na análise da solvabilidade das empresas do sector bancário e corresponde aos fundos próprios de base, isto é, ao capital social, e às reservas acumuladas (soma dos lucros não distribuídos). No ano passado, nove bancos de angolanos faziam parte da lista, a qual incluía o Banco Económico - antigo Banco Espírito Santo Angola - no 16.º lugar, com um capital de 1.583 milhões de dólares (cerca de 264 mil milhões de kwanzas), e o Banco BIC, com 686 milhões de dólares (114 mil milhões de kwanzas).´ No ano passado, nove bancos de Angola e três de Moçambique fizeram parte da lista dos 100 maiores bancos de África por capitais próprios, de acordo com a lista 2015 então elaborada pela mesma revista.

O primeiro dos 12 bancos de países de língua portuguesa a surgir na lista foi o Banco Económico de Angola, antigo Banco Espírito Santo Angola, no 16.º lugar com um capital de 1583 milhões de dólares, tendo ganho 12 posições relativamente à lista divulgada em 2014. Na 25.ª posição (29.ª em 2014) apareceu o Banco Angolano de Investimento, com 980 milhões de dólares, em 29.º (32º em 2014) o Banco de Poupança e Crédito com 880 milhões, em 34.º (42.º em 2014) o Banco de Fomento Angola, com 707 milhões de dólares e na na 37.ª posição (41.ª em 2014) encontra-se o Banco BIC, com 686 milhões de dólares. O Banco de Desenvolvimento de Angola, na 65.ª posição com capitais de 318 milhões de dólares, o Banco de Negócios Internacional, também de Angola, na 94.ª posição e 188 milhões de dólares, o Standard Bank Mozambique, na 95.ª posição e 188 milhões de dólares e o Banco Comercial de Investimentos na 98.ª posição e capitais de 180 milhões de dólares apareceram na lista pela primeira vez, no ano passado. No mesmo ano, o Banco Económico de Angola, que saltou 12 lugares e o Banco Privado Atlântico de Angola que ganhou 20 lugares.

Os primeiros cinco lugares da lista estiveram ocupados por quatro bancos da África do Sul com capitais próprios – Standard Bank Group com 12 405 milhões de dólares (1.º lugar em 2014), Absa Bank com 4294 milhões de dólares (2.º em 2014), FirstRand com 4825 milhões de dólares (3.º em  2014),  e o Nedbank Group com 4152 milhões de dólares (4.º em 2014).

Notícias

11 de janeiro de 2018
Diplomacia faz rotação de quadros

O Ministério das Relações Exteriores vai abrir um  concurso público interno para o processo de rotatividade dos  funcionários das missões diplomáticas e postos consulares de Angola no  exterior, anunciou o secretário-geral da instituição, Agostinho  Van-Dúnem.


11 de janeiro de 2018
Sónia Serafim Ferreira distinguida no Huambo

Sónia Ferreira, responsável do grupo Okutiuka, detentor de dez títulos  consecutivos no Entrudo no Huambo, foi homenageada terça-feira, no  Planalto Central, pela direcção provincial da Cultura, devido à sua  entrega à causa solidária e à cultura na região.


11 de janeiro de 2018
Nível do campeonato nacional de andebol satisfaz organização

O presidente da Associação de Andebol do Huambo (APAH), Monteiro  Pongolola Lino, considerou, ontem, elevado, o nível competitivo dos  campeonatos nacionais de juvenis, nas classes masculina e feminina, que a  cidade planáltica acolhe desde o passado dia quatro.


15 de dezembro de 2017
Presidente da República prepara movimentação

O Presidente da República, João Lourenço, faz, em Janeiro do próximo  ano, movimentações de embaixadores em todos os países do mundo em que  Angola tem representação diplomática, anunciou ontem, em Luanda, o  ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto.


AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*