Quinta-feira, 19 de Junho de 2018
menu
27 de setembro de 2017

Estudantes do ensino secundário demonstram as suas habilidades

O certame ocorreu no campo multiuso da Vila Estoril, distrito do Nova Vida, e contou com a participação de estudantes de 47 escolas públicas e privadas que apresentaram trabalhos manufacturados produzidos nas aulas de Educação Laboral e Visual e Plástica. Foram expostas obras de tapeçaria, escultura, decoração, pintura, desenho e projectos de arquitectura e construção civil feitos a partir de material reciclado como palitos de fósforo, latas, garrafas de plástico e de vidro, jornais, papelão, cascas de ovo e de frutas como maboque e coco.

Os alunos usaram ainda material como linhas de coser, gesso, cartolina, argila, areia, plasticina, tecido, colheres descartáveis e bens alimentares como arroz, massa alimentar, feijão e outros. Peças como colares, pulseiras, mesas, abajures, candeeiros de banca, chinelos, carteiras, pastas de documentos, porta-telemóveis, cestos, porta-retratos e instrumentos musicais, entre outros produtos, estiveram igualmente patentes na feira. Há a destacar os trabalhos produzidos por alunos da escola de ensino especial, como de uma menina que fez desenhos com os membros inferiores.

Os estudantes do Instituto Médio Politécnico Emília Sangu, do curso  de Análises Clínicas, efectuaram testes de despistagem de malária, diabetes e controlo da pressão arterial. A feira, organizada pela Direcção Municipal da Educação do Kilamba Kiaxi, decorreu sob o lema "Honrando a memória de Neto, desenvolvamos a criatividade do aluno". A actividade, que terá uma periodicidade anual, visa estimular a criatividade entre os alunos e promover a criação de equipas multidisciplinares para o acompanhamento social e educacional dos alunos, partindo das famílias para as comunidades.

 A administradora municipal do Kilamba Kiaxi, Albina Guilhermina Luísa, disse que, com eventos como a feira académica, os alunos ganham espírito empreendedor e impulso para criarem empresas, contribuindo assim para o crescimento da economia. Manifestou satisfação pela qualidade dos produtos expostos e considerou os seus autores verdadeiros artistas devido à criatividade e habilidade demonstrados.      Segundo a administradora municipal, estavam em exibição "trabalhos feitos com muita criatividade e inovação, que se bem aproveitados poderão dar uma grande contribuição para a economia angolana."




 

Notícias

15 de junho de 2018
Angola e Coreia do Sul acordam elevar cooperação parlamentar

As repúblicas de Angola e da Coreia do Sul acordaram elevar as relações bilaterais, na perspectiva de acompanhar a dinâmica da cooperação ao nível dos governos dos dois países do domínio parlamentar.


15 de junho de 2018
Empresas francesas atraídas pelo investimento em Angola

O interesse dos investidores franceses por Angola aumentou com a recente  deslocação do Presidente da República, João Lourenço, àquele país, o  que é traduzido com a presença de cerca de 150 empresas das mais  representativas do sector agrícola e industrial num  encontro organizado  em Paris pelo patronato, no qual se esperavam inicialmente 60  participantes.


15 de junho de 2018
A Língua Portuguesa em Nós” patente ao público em Luanda

A exposição “A Língua Portuguesa em Nós”, patente ao público desde  quarta-feira, no Centro Cultural Brasil-Angola, na Baixa de Luanda,  inclui actividades paralelas para todas as idades.


5 de junho de 2018
Estrangeiros estão convidados a concorrer nas privatizações

O Executivo está a preparar a privatização total ou parcial de  algumas grandes e médias empresas públicas já seleccionadas, incluindo  do sector petrolífero, das telecomunicações e outros, revelou ontem, em  Bruxelas, o Presidente João Lourenço.


AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*