Quinta-feira, 21 de Junho de 2018
menu
15 de fevereiro de 2017

Lançamento do satélite vai permitir o aumento das infraestruturas de telecomunicações

O responsável fez este pronunciamento durante a visita da delegação da SADC as instalações do INFRASAT, referindo que este é o ganho que se espera que aconteça do ponto de vista de economia a nível do país, uma vez que todos os outros serviços vão beneficiar do facto de se estar a lançar o satélite. Salientou que a visita dos membros da SADC serviu para que eles pudessem avaliar o estado de prontidão que existe em relação ao projecto, a fim de que possam transmitir aos outros países o que está a ser feito em Angola.

Acrescentou que o outro objectivo é de divulgar a existência do satélite a nível da SADC, não só do ponto de vista político mas também comercial para que se possa vender a capacidade nacional nos países membros. Explicou que com esse lançamento a comunidade dos países da SADC vai ganhar muito em termos de cobertura de comunicação nos próximos tempos, uma vez que existem países grandes, pequenos e outros chamados países encravados que não têm acesso ao mar, e que poderão ter garantia de maior cobertura a nível dos seus territórios. Por sua vez, responsável para as Telecomunicações e Tecnologias de Informação da SADC, Cecília Mamelode, considerou a visita muito importante para o programa regional da SADC, por haver um programa em curso que prevê a partilha de comunicações entre os membros.

Referiu que o objectivo especial dessa missão foi para perceber o que Angola tem estado a fazer nesse ramo, e passar a informação aos membros da SADC sobre o Angosat. Disse que o maior problema hoje com a SADC é o acesso a comunicação e o Angosat virá dar solução a um problema antigo, na facilitação de projectos de educação a distância, telemedicina e outros, uma vez que o lançamento do satélite está próximo.

Notícias

15 de junho de 2018
Angola e Coreia do Sul acordam elevar cooperação parlamentar

As repúblicas de Angola e da Coreia do Sul acordaram elevar as relações bilaterais, na perspectiva de acompanhar a dinâmica da cooperação ao nível dos governos dos dois países do domínio parlamentar.


15 de junho de 2018
Empresas francesas atraídas pelo investimento em Angola

O interesse dos investidores franceses por Angola aumentou com a recente  deslocação do Presidente da República, João Lourenço, àquele país, o  que é traduzido com a presença de cerca de 150 empresas das mais  representativas do sector agrícola e industrial num  encontro organizado  em Paris pelo patronato, no qual se esperavam inicialmente 60  participantes.


15 de junho de 2018
A Língua Portuguesa em Nós” patente ao público em Luanda

A exposição “A Língua Portuguesa em Nós”, patente ao público desde  quarta-feira, no Centro Cultural Brasil-Angola, na Baixa de Luanda,  inclui actividades paralelas para todas as idades.


5 de junho de 2018
Estrangeiros estão convidados a concorrer nas privatizações

O Executivo está a preparar a privatização total ou parcial de  algumas grandes e médias empresas públicas já seleccionadas, incluindo  do sector petrolífero, das telecomunicações e outros, revelou ontem, em  Bruxelas, o Presidente João Lourenço.


AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*