Quinta-feira, 19 de Junho de 2018
menu
15 de fevereiro de 2018

Parlamento e órgãos de imprensa devem manter diálogo aberto

O líder do parlamento angolano quer ver melhoradas as relações institucionais e de trabalho entre a Assembleia Nacional e os órgãos de comunicação social, porque ultimamente têm surgido alguns equívocos e algumas incompreensões que considera urgente ultrapassá-las, através de uma abordagem franca, aberta e sem ideias pré-concebidas. “Temos missões diferentes, mas perseguimos os mesmos objectivos estratégicos que são construir um Estado democrático e de direito, respeitar a lei, defender os direitos fundamentais dos cidadãos e construir uma Angola melhor para todos os angolanos”, expressou.

Fernando da Piedade Dias dos Santos, que falava na abertura do II encontro de carácter informativo e formativo com os órgãos de comunicação social, sob a égide da Assembleia Nacional, afirmou que o país tem procurado adequar-se a todos os desafios, ajustando as suas instituições à realidade do país, dotando-as de instrumentos à altura das situações a enfrentar. Precisou que a Assembleia Nacional, enquanto órgão representativo dos cidadãos angolanos e garante dos seus direitos e aspirações, faz parte deste processo, lutando para exercer as suas funções com maior eficácia e eficiência possíveis.

Todavia, disse que, enquanto representante dos cidadãos, a Assembleia Nacional tem consciência que o seu trabalho e a sua mensagem não fluirão sem a prestimosa ajuda e intermediação da comunicação social. Garantiu, com efeito, que o órgão de soberania que dirige está aberto para prestar toda a informação à comunicação social, de modo a prestar um melhor conhecimento da organização interna e do seu funcionamento, contribuindo para que a informação a veicular assente na verdade, isenção e imparcialidade.

O certame, em que participam profissionais da comunicação social (públicos e privados), deputados e funcionários parlamentares, aborda, entre outros temas, a visão jornalística sobre o poder legislativo versus ética e deontologia profissional, o processo legislativo e as terminologias parlamentares, assim como a relação entre o parlamento e o Executivo à luz da Constituição da República. Conta com prelectores renomados, entre os quais Celso Malavoloneke, secretário de Estado da Comunicação Social, e o deputado Joaquim Reis Júnior, presidente da 1ª comissão da Assembleia Nacional.

Notícias

15 de junho de 2018
Angola e Coreia do Sul acordam elevar cooperação parlamentar

As repúblicas de Angola e da Coreia do Sul acordaram elevar as relações bilaterais, na perspectiva de acompanhar a dinâmica da cooperação ao nível dos governos dos dois países do domínio parlamentar.


15 de junho de 2018
Empresas francesas atraídas pelo investimento em Angola

O interesse dos investidores franceses por Angola aumentou com a recente  deslocação do Presidente da República, João Lourenço, àquele país, o  que é traduzido com a presença de cerca de 150 empresas das mais  representativas do sector agrícola e industrial num  encontro organizado  em Paris pelo patronato, no qual se esperavam inicialmente 60  participantes.


15 de junho de 2018
A Língua Portuguesa em Nós” patente ao público em Luanda

A exposição “A Língua Portuguesa em Nós”, patente ao público desde  quarta-feira, no Centro Cultural Brasil-Angola, na Baixa de Luanda,  inclui actividades paralelas para todas as idades.


5 de junho de 2018
Estrangeiros estão convidados a concorrer nas privatizações

O Executivo está a preparar a privatização total ou parcial de  algumas grandes e médias empresas públicas já seleccionadas, incluindo  do sector petrolífero, das telecomunicações e outros, revelou ontem, em  Bruxelas, o Presidente João Lourenço.


AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*