Segunda-feira, 16 de Junho de 2018
menu
31 de julho de 2017

Petro e Kabuskorp dividem pontos no 11 de Novembro

Foi uma partida em que os tricolores entraram a pressionar em busca do golo madrugador, remetendo o último sector dos palanquinos em apuros. "Empurrados" pelos adeptos, os petrolíferos mantiveram o cerco ao sector defensivo do Kabuscorp, que parecia não encontrar soluções para travar as investidas do adversário. Mas, contra a corrente de jogo, foi o Kabuscorp a abrir o marcador,aos 7 minutos. O golo sofrido, no entanto, não estremeceu a estrutura psicológica da equipa orientada por Roberto Bianchi, que reagiu e continuou a mandar no jogo. Fruto da persistência ofensiva, o Petro viu coroado o esforço, com Job a restabelecer a igualdade com um golo de belo efeito, aos 44 minutos. O segundo tempo não trouxe nada novo, tendo as duas equipas pautado por uma postura ofensiva à procura de desfazer a igualdade, mas sem sucesso.

Nota negativa para a atitude de Job, que agrediu um adversário após sofrer falta, e insurgiu-se contra o árbitro quando lhe foi mostrada a cartolina vermelha. Os adeptos do Petro, descontentes com o empate, arremessaram objectos para dentro do campo, manchando um jogo bem disputado. No Luena, Moxico, um golo solitário de Guelor, que "saltou" do banco, deu a vitória ao 1º de Agosto na deslocação ao reduto do Maquis, triunfo que mantém os "militares" desafogados na liderança com 47 pontos. Um jogo de elevado nível de dificuldades para o D'Agosto, que somente aos 49 minutos chegaram ao tento, depois de uma primeira parte pautada pelo equilíbrio, com oportunidades repartidas para ambos contendores.

O Interclube também foi a Benguela derrotar o 1º de Maio por 2-1, com os "polícias" a marcarem os tentos ainda na primeira parte da contenda. Mano abriu o marcador aos 4 minutos e Duarte aos 47 fechou a contagem. No reatamento, os "proletários" reagiram e reduziram através de Kaporay, mas não conseguiram evitar o segundo desaire caseiro consecutivo. O triunfo coloca os "polícias" na sétima posição, com 28 pontos, deixando     para trás o Progresso Sambizanga com menos um. O 1º de Maio, depois de um período de bonança após a entrada de Agostinho Tramagal na liderança da equipa, volta a viver momentos menos bons. A Académica foi ao Lubango derrotar o Desportivo, de reviravolta.

 Os anfitriões marcaram primeiro com golo de Cagodó, ainda na primeira parte, mas na segunda metade da partida os "estudantes", com a lição bem estudada, deram a volta à desvantagem com tentos de Sidney, na própria baliza, e do senegalês Ben Traoré. Com a vitória,  os "estudantes" sobem um degrau na tabela de classificação, com 18 pontos,  relegando para a penúltima posição o JGM do Huambo, com menos dois. Já o Desportivo, com a derrota consentida, vê o pelotão da zona de despromoção a aproximar-se, apesar de manter a 11ª posição. No Estádio Municipal de Calulo, o Recreativo do Libolo foi surpreendido pelo Progresso da Lunda Sul, com quem empatou a uma bola.

 A formação do Cuanza Sul, candidata ao título, teve de se empenhar a fundo para conseguir a igualdade, já que os visitantes se adiantaram no marcador através de Sténio, tendo Paizinho restabelecido a igualdade. Com o empate, o Recreativo do Libolo começa a ver a "concorrência" a fugir na tabela classificativa, ao passo que  a igualdade também não traz benefícios em termos classificativos para a formação da Lunda Sul. Sábado, na sequência da disputa da jornada, aberta sexta-feira com o empate a uma bola entre Progresso Sambizanga e ASA, o Santa Rita de Cássia deu sinais de recuperação, ao golear, no Estádio 4 de Janeiro no Uíge, o JGM do Huambo, por contundentes 4-1, enquanto o Sagrada recebeu e venceu, na cidade do Dundo, a Caála, por duas bolas sem resposta, resultado que mantém os diamantíferos entre os quatro primeiros da tabela de classificação.

 

 

 

Notícias

15 de junho de 2018
Angola e Coreia do Sul acordam elevar cooperação parlamentar

As repúblicas de Angola e da Coreia do Sul acordaram elevar as relações bilaterais, na perspectiva de acompanhar a dinâmica da cooperação ao nível dos governos dos dois países do domínio parlamentar.


15 de junho de 2018
Empresas francesas atraídas pelo investimento em Angola

O interesse dos investidores franceses por Angola aumentou com a recente  deslocação do Presidente da República, João Lourenço, àquele país, o  que é traduzido com a presença de cerca de 150 empresas das mais  representativas do sector agrícola e industrial num  encontro organizado  em Paris pelo patronato, no qual se esperavam inicialmente 60  participantes.


15 de junho de 2018
A Língua Portuguesa em Nós” patente ao público em Luanda

A exposição “A Língua Portuguesa em Nós”, patente ao público desde  quarta-feira, no Centro Cultural Brasil-Angola, na Baixa de Luanda,  inclui actividades paralelas para todas as idades.


5 de junho de 2018
Estrangeiros estão convidados a concorrer nas privatizações

O Executivo está a preparar a privatização total ou parcial de  algumas grandes e médias empresas públicas já seleccionadas, incluindo  do sector petrolífero, das telecomunicações e outros, revelou ontem, em  Bruxelas, o Presidente João Lourenço.


AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*