Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017
menu
4 de setembro de 2017

Pintor Mumpasi Meso trabalha em público

Em declarações à imprensa, Mumpasi  Meso considerou ter vencido um desafio, e mostrou-se feliz pelo carinho que recebeu do público e pela interacção, levando-o a brindar os presentes com a oferta de uma obra feita em quinze minutos, numa demonstração da sua habilidade. Fernando   Ferreira,   coordenador  da Fundação  Arte  e Cultura,   saudou  a  ousadia  do artista  em  pintar  ao  vivo  e  admirou  a  capacidade     do  jovem criador  ao  fazer  um quadro  tão bem apreciado em pouco tempo. “Não  temos  dúvidas,  pois Mumpasi Meso tem um  grande  potencial  para  oferecer  e  convido  os demais  a fazerem o mesmo; estou de  facto  surpreendido pelo facto”, disse  o responsável. Denominada “O Teclado Cósmico”, a exposição é uma impressionante mostra composta por quadros pintados a óleo sobre tela.




 

Notícias

24 de novembro de 2017
Sem fronteiras

Angola e a África do Sul assinam hoje, em Pretória, vários  acordos para dinamizar a cooperação bilateral e relançar o intercâmbio  económico entre os dois países, no âmbito da visita do Presidente da  República, João Lourenço.


24 de novembro de 2017
Centenas de empregos são providos pela indústria

Mais de duzentos novos postos de trabalho são criados até ao  primeiro semestre de 2018, no Cuito, Bié, com entrada em funcionamento  de quatro unidades fabris, ligadas à produção e engarrafamento de água e  à indústria cerâmica, anunciou ontem à Angop o director provincial da  Indústria e Geologia e Minas.


24 de novembro de 2017
Basquetebol Adaptado: Angola cumpre objectivo no africano

Durban (Do enviado especial) - A selecção nacional de basquetebol em cadeira de rodas obteve, hoje, o 5º. lugar do torneio africano da categoria, ao vencer o Zimbabwe, por 52-42, cumprindo o objectivo preconizado pelo Comité Paralímpico Angolano (CPA).


21 de novembro de 2017
Sanções da ONU têm cumprimento

O repatriamento de técnicos da Coreia do Norte que se  encontravam a trabalhar em Angola foi feito no estrito cumprimento, por  parte das autoridades angolanas, da resolução do Conselho de Segurança  das Nações Unidas que impõe sanções àquele país asiático, afirmou ontem,  em Luanda, o ministro das Relações Exteriores.


AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*