Terça-feira, 23 de Outubro de 2018
menu
21 de novembro de 2017

Sanções da ONU têm cumprimento

Manuel Augusto, que falava à imprensa, afirmou que Angola, como membro das Nações Unidas, tem obrigações internacionais, e uma delas é cumprir com as resoluções do Conselho de Segurança, nomeadamente quando se trata de sanções aplicadas internacionalmente. “É o caso agora da República Popular Democrática da Coreia.

Neste sentido, Angola como tinha no seu território alguns expatriados da Coreia do Norte, viu-se compelida, em cumprimento das resoluções das Nações Unidas, em repatriar esses elementos da Coreia do Norte”, esclareceu o chefe da diplomacia angolana. Manuel Augusto disse que as sanções do Conselho de Segurança da ONU foram aplicadas a algumas empresas norte-coreanas, entre as quais uma que tinha cidadãos daquele país a trabalhar em Angola.

O ministro lembrou que a resolução do Conselho de Segurança é monitorada pelo Comité de Sanções, perante o qual todos os Estados-membros da ONU têm a obrigação de fazer relatórios sobre o seu cumprimento. “Angola tem feito este tipo de relatórios”, assegurou. O último grupo de mais de 50 norte-coreanos, cuja empresa foi abrangida pelo pacote de sanções do Conselho de Segurança, deixou ontem Luanda.

O primeiro grupo, composto por dezenas de trabalhadores da empresa norte-coreana Mandudae, fê-lo no domingo, no fim do contrato celebrado ao abrigo da cooperação com Angola no domínio da construção civil.  O secretário de Estado das Relações Exteriores, Téte António, testemunhou no aeroporto  “4 de Fevereiro” o embarque do primeiro grupo de 55 norte-coreanos que trabalhavam nas obras de construção de monumentos em Angola.




 

Notícias

22 de agosto de 2018
Fórum económico entusiasma alemãs

Empresários alemães estão entusiasmados em participar no fórum  económico, a ser aberto hoje pelo Presidente João Lourenço, afirmou  ontem, em Berlim, o ministro das Relações Exteriores.


22 de agosto de 2018
Países podem já recorrer ao banco do BRICS

O Novo Banco de Desenvolvimento (NBD), instituição financeira criada  pelo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), está agora  disponível para financiar países não membros, assumindo-se como uma  fonte de financiamento de projectos público-privados.


22 de agosto de 2018
Xadrez: Angolanos representam África no mundial da Turquia

Os mestres internacionais David Silva e Esperança Caxita vão representar o continente africano no campeonato do mundo de xadrez na categoria de juniores a disputar na Turquia de 3 a 16 de Setembro do corrente ano.


25 de julho de 2018
José Patrício inicia funções na Turquia

Ankara - O diplomata José Gonçalves Martins Patrício iniciou nesta terça-feira (dia 24) as funções de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola na República da Turquia, com a entrega das cartas credenciais ao Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.


AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*