Segunda-feira, 4 de Março de 2024
menu
14 de dezembro de 2023

CONSULADO DE ANGOLA NO PORTO REALIZA ACTOS CONSULARES ITINERANTES

Comprometido em prestar serviço junto da comunidade, e tendo em conta a condição documental de muitos cidadãos nacionais, o Consulado Geral de Angola no Porto realizou, no âmbito da celebração do 48º aniversário de Independência Nacional, Actos Consulares Itinerantes nas cidades de Coimbra, Braga, Régua, Viseu e Aveiro, todas sob jurisdição do Consulado de Angola no Porto. 

Neste contexto, em eventos marcantes, realizados nas instalações da Câmara Municipal dessas cidades, os angolanos receberam calorosamente a nova Cônsul Geral de Angola no Porto, Embaixadora Dulce Gomes.

Com sentido de missão, enquanto representante do Estado Angolano, a Cônsul Geral na sua apresentação à comunidade compartilhou a sua visão sobre a promoção de proximidade assente no diálogo directo e construtivo com a comunidade.

Considerando que muitos nacionais não conseguem se deslocar das suas cidades para o Porto, a fim de tratar da sua documentação, o Consulado tomou a iniciativa de levar os serviços (emissão do Cartão de Inscrição Consular, Bilhete de Identidade, Passaporte e Registo Criminal), de forma gratuita à comunidade, que aderiu em grande número.

A título de exemplo, em Coimbra, do universo de inscritos no Consulado, 320 compareceram para regularizar a sua situação documental. Braga contou com um total de 312 cidadãos. Por sua vez, as cidades de Régua, Viseu e Aveiro contaram com 70, 250 e 330 pessoas, respectivamente, perfazendo um total de mais de 1200 processos tratados nos Actos. Facto é que, a falta de documentos apresenta-se como um obstáculo à legalização e integração na sociedade portuguesa, daí a extrema importância destes Actos para os cidadãos nacionais.  

Reafirmando o compromisso de auscultar, acolher e prestar todo o apoio institucional, a nova chefe da Missão Consular apelou à uma maior união, interação e inter-ajuda entre os membros da comunidade que, segundo a Cônsul Geral deve tirar o maior proveito das oportunidades que Portugal oferece, nomeadamente, a ligação histórica entre os dois países, considerando, entre outros, o factor linguístico, a fim de ultrapassarem alguns obstáculos com que se confrontam.

A chefe da Missão disse igualmente que devem estudar e desenvolver o espírito empreendedor, por forma a estarem capazes de darem a sua contribuição aos diversos desafios que se registam no nosso País.

Por todas essas razões, apelou ainda a todos a manterem o “vínculo umbilical” com Angola, propondo a reflexão sobre como cada geração pode contribuir para as transformações económicas e sociais que se esperam no País.

 

Notícias

22 de fevereiro de 2024
reforço das relações bilaterais entre Angola e a República Checa

Angola e República Checa defendem resolução pacífica de conflitos internacionais (...)

 


21 de fevereiro de 2024
PR garante parceria com República Checa

O Chefe de Estado, João Lourenço, foi recebido, na manhã desta quarta-feira, no Palácio de Praga, na República Checa (...)


20 de fevereiro de 2024
PR a caminho da República Checa

 João Lourenço deixou Luanda para uma visita oficial à República Checa, a convite do homólogo, Petr Pavel (...)


19 de fevereiro de 2024
Mini-Cimeira sobre a paz na RDC

A situação de segurança na República Democrática do Congo voltou a merecer uma discussão de alto nível, em  (...)


AngolaO ConsuladoOs ServiçosComunidadeImprensa