Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018
menu
30 de janeiro de 2018

Guerreiros” regressam com missão cumprida

Ao terminar na terceira po­sição do pódio, os “Guerreiros” repetiram o feito alcançado na edição anterior, em 2016 no Egipto e qualificaram-se para o Campeonato do Mundo de 2019, a ser co-organizado em Janeiro, pela Alemanha e Dinamarca. O meia-distância direito do Interclube e da selecção nacional, Adelino Pestana “ Amarelo” integrou ainda o sete ideal da competição africana. Angola começou o CAN com vitória diante da Nigé­ria (29-16). Seguiram-se dois triunfos sobre o Congo Democrático (28-23) e Marrocos (32-21), antes da derrota frente o Egipto (20-24), na última jornada da fase preliminar. Nos quartos-de-final, os comandados de Filipe Cruz derrotaram a Argélia (29-27), reeditando o triunfo que lhes valeu o terceiro lugar no CAN anterior.

Na luta pelo acesso à final da prova, Angola foi goleada pela Tunísia, (14-34), na única partida em que não estiveram a bom nível. Finalmente, sábado, no prélio de atribuição ao terceiro lugar da tabela, equivalente à última vaga para o próximo campeonato do Mundo, os "Guerreiros" venceram Marrocos (29-26). A manutenção do terceiro lugar era o objectivo do grupo. A Tunísia ocupou o primeiro lugar do pódio, seguida do Egipto, Angola, Marrocos, Gabão, Argélia, Congo Brazzaville, Congo Democrático, Camarões e Nigéria. Com dez troféus conquistados, os tunisinos são os mais titulados no ranking continental.

 A Argé-lia soma oito títulos africanos e o Egipto menos um. Os números atestam o do­mínio dos conjuntos magrebinos nas competições sob a égide da Confederação Africana, no que ao andebol masculino diz respeito. Selecções como a Tunísia e Egipto, cujos jogadores principais actuam nas equipas europeias, beneficiam ainda de competições de alto nível, na região do Ma- greb, factor que lhes permite dotar os praticantes de maior rodagem. Angola, embora de forma discreta, tenta a todo o custo marcar presença contínua no pódio, meta atingida em 2016 e 2018. O campeonato africano sénior masculino começou a ser disputado em 1974. Angola estreou sete anos depois e terminou na quinta posição, classificação repetida até 1985. Decorridos dois anos, o "sete" nacional baixou dois lugares.

 Em 1989 o conjunto angolano também ocupou o sétimo posto. De 1991 a 96, a selecção falhou a participação no CAN, voltando a jogar a fase final do africano em 1998, ano em que ocupou o oitavo lugar. Depois de um hiato de 4 anos, os guerreiros voltaram em 2002 e terminaram a prova na sexta posição. Na edição seguinte, subiu ao pódio pela primeira vez, ocupando o terceiro lugar e garantindo a qualificação para o mundial da Alemanha.

Nos campeonatos africanos de 2006 e 2008, os angolanos ocuparam a quarta posição. Em 2010 baixaram um lugar. Dois anos depois, terminaram na sexta posição da tabela classificativa e, em 2014 subiram dois lugares. Geovani Muachissengue, Cláudio Lopes, Fábio Lopes (guarda -redes),Gabriel Te­cas, Agnelo Kitongo, Aguinaldo Tati (pivôs), Edvaldo Ferreira, Mário Tati (meia-distância esquerda), Romé Hebo, Feliciano Couveiro, Adelino Pestana (meia-distância direito), Adilson Mane­co, Elsemar Santos (pontas esquerdo), Nestor Kinanga e Otoniel Pascoal (pontas di­reito) são os jogadores que estiveram ao serviço da Selecção Nacional.




 

Notícias

25 de julho de 2018
José Patrício inicia funções na Turquia

Ankara - O diplomata José Gonçalves Martins Patrício iniciou nesta terça-feira (dia 24) as funções de embaixador extraordinário e plenipotenciário de Angola na República da Turquia, com a entrega das cartas credenciais ao Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.


25 de julho de 2018
Angola participa no Festival da Cultura em Moçambique

Angola vai estar representada no décimo  Festival Nacional da  Cultura de Moçambique, que se realiza de amanhã até segunda-feira, na  cidade Lichinga, e nos distritos de Chimbonila, Sanga e Lago, na  província de Niassa, por uma delegação chefiada pela secretária de  Estado da Cultura, Maria da Piedade de Jesus.


25 de julho de 2018
Angola e Portugal lutam na liderança

A Selecção Nacional de Sub-16 de futebol masculino vai tentar  consolidar a liderança do Grupo A, quando defrontar hoje, às 17h00,  a  similar de Portugal, no Estádio 12 de Julho, na segunda jornada do  torneio dos Jogos da CPLP,  a decorrer até 28 de corrente, em São Tomé e  Príncipe.


25 de julho de 2018
José Patrício inicia funções na Turquia

O diplomata José Patrício entregou ontem ao Presidente Recep  Tayyip Erdogan, as cartas que o acreditam como embaixador de Angola na  Turquia.


AngolaConsuladoServiçosComunicadosAudiências
Audiências
x
*
*
*
*
*